Você está aqui

6 grandes países que foram muito importantes e hoje já não existem

O mundo como conhecemos atualmente não é tão parecido assim como há alguns séculos. Não digo apenas pelas evoluções tecnológicas mas também por suas fronteiras. A base da história foi moldada por diversos impérios, grandes cidades e potências mundiais que ascenderam e caíram em diversos ciclos.

As razões pelas quais nações nascem ou desaparecem são variadas, pode ser um território com uma língua e costumes comuns, uma divisão após período de guerra, ascensão econômica, migração entre diversos outros. Atualmente contamos com 195 países oficiais, sendo Sudão do Sul (áfrica) o mais jovem, fundado em 2011 e a República de San Marino (europa), a mais velha, datada de 301 AC.

Separamos aqui, uma lista com seis países que já foram grandes potências mundiais e hoje já não existem, confere com a gente:

1 – Império Austro-Húngaro

A união do Reino da Hungria com o Império Austríaco deu início a uma potência multi cultural em 1867, o Império Austro-Húngaro. Despontou como a mais importante ligação econômico/bélico/cultural após a queda do Sacro Império Romano-Germânico no século XIX, sob a liderança de católicos. A parte complicada de ter 11 grupos étnicos diferentes sob o mesmo regime, é que a longo prazo as coisas tendem a ficar mais tensas. Mesmo antes da Primeira  Guerra Mundial a tensão no território era cada vez mais evidente. Com o fim da grande disputa, em 1918 o Império foi dissolvido e deles saíram Áustria, Hungria, Polônia, Tchecoslováquia e Iugoslávia.

2 – Tchecoslováquia

O fim do Império Austro-Húngaro após a primeira Guerra Mundial, foi um marco para o início de um dos países mais estáveis da região, a Tchecoslováquia. Entre 1948 e 1989 o país esteve sob o domínio da União Soviética, resolvido pacificamente para o lado separatista em 1990. Com um novo parlamento, os desentendimentos entre tchecos e eslovacos cresceram exponencialmente, levando a divisão em duas novas nações: República Tcheca e Eslováquia em 1993.

3 – Alemanha Oriental

A Segunda Guerra Mundial teve muitos resultados sobre como vemos o mundo atualmente. Mas logo após o conflito, algumas barreiras precisaram ser estabelecidas, e uma delas foi a divisão da Alemanha em duas, Oriental e Ocidental. Marcadas com um grande símbolo, o muro de Berlim. A parte oriental pertencia a União Soviética mas foi deixada relativamente de lado pelo governo. Na outra mão, a parte do ocidente foi sendo reconstruída rapidamente, tornando-se cada vez mais independente. Em 1990 houve a unificação das Alemanhas, um ano após a queda do muro de Berlim.

4 – Iugoslávia

Formada em 1918, era um conjunto de seis repúblicas diferentes, todas socialistas sob uma única liderança. Seu mais importante chefe de Estado foi Josip Broz, que governou de 1945 a 1980. As habilidades diplomáticas de Josip foram capazes de manter e estabilidade mesmo com grupos tão distintos sob uma mesma bandeira. Com a sua morte, a instabilidade do bloco soviético, a separação foi uma questão de tempo. Ao contrário da Tchecoslováquia, que teve uma separação tranquila, na Iugoslávia os confrontos foram constantes e levaram a morte de milhares de pessoas. Até no início dos anos 90, vários novos países foram criados a partir destas disputas, como Eslovênia, Sérvia, Bósnia, Croácia, Montenegro e Macedônia.

5 – Reino do Havaí

Dentre as muitas coisas que o Havaí oferece ao mundo, tipo os Engenheiros da Hawaii, há pouco mais de um século, o reino era independente e com uma certa influência dentre os países do pacífico. Por possuir uma posição estratégica, conseguia interagir muito bem com outras nações. As ilhas foram unificadas em 1810 sob o comando de Kamehameha, sim, ele mesmo, o golpe do Goku. Sendo constituído basicamente por uma monarquia, seus sucessores acabaram tendo problemas quando empresas agrícolas locais, com uma forte influência estadunidense passaram a ficar descontentes com as políticas do país. Um golpe para remover a família real foi instaurado em 1898 e concluído em 1959, quando passou a ser um dos 50 estados que atualmente formam os Estados Unidos da América.

6  – União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS)

Dos tempos modernos, foi o maior país em extensão territorial, chegando a ter ? da área firme da Terra. Desde 1917, a União Soviética chegou a abrigar mais de 100 nacionalidades sob sua alcunha. Com um sistema centralizado de produção, após o término da Segunda Guerra Mundial passa a disputar com os Estados Unidos da América o papel de principal potência ao redor do globo. Em uma corrida espacial e armamentícia, a Guerra Fria, que durou até os anos 90, os dois países foram os grandes centros de diversas desavenças. Em 1991 a URSS deixa de existir, após o colapso econômico social vivido no fim da década de 80.

Fonte: Megacurioso

Jaqueline Alves

Graduada em Ciências Sociais e Engenheira Ambiental. Especialista em Direito Ambiental; Direito Municipal; Gestão Pública; Engenharia e Segurança do Trabalho; MBA em Petróleo e Gás e Auditoria Ambiental

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Translate »