‘Mulheres não devem ensinar matemática’: o que dizia o decreto imperial que inspirou o Dia do Professor

‘Mulheres não devem ensinar matemática’: o que dizia o decreto imperial que inspirou o Dia do Professor

No Brasil, 15 de outubro é Dia do Professor. A data relembra um decreto imperial de 1827, documento que criou o ensino público no país. “O 15 de outubro faz alusão à criação das classes de primeiras letras no Brasil”, afirma a historiadora Katia Abud, professora da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. Mas as comemorações só tiveram início no século 20. Ficava na rua Augusta, 1520, em São Paulo, o Ginásio Caetano de Campos – apelidado de Caetaninho, já que desde 1894 existia a Escola Caetano de…

Leia Mais

Como nasceu o primeiro sistema de transporte coletivo do mundo

Como nasceu o primeiro sistema de transporte coletivo do mundo

Considerado um dos grandes pensadores da humanidade, o francês Blaise Pascal (1623-1662) estava longe de atuar apenas no campo das ideias. Conhecido por seus teoremas matemáticos e tratados filosóficos estudados até hoje, poucas pessoas sabem que, no século 17, o matemático, que inventou a primeira máquina de calcular da história, criou algo que também mudaria para sempre a vida das pessoas nas grandes cidades: o transporte coletivo. Graças ao espírito inquieto de Pascal, o transporte urbano mundial tem até data de nascimento: 1662. Naquela época, Paris já era uma grande…

Leia Mais

7 motivos que fizeram os alemães embarcarem na loucura de Hitler

7 motivos que fizeram os alemães embarcarem na loucura de Hitler

  Como uma sociedade tão sofisticada quanto a alemã foi capaz de dar suporte às barbaridades cometidas pelo regime nazista? Não é possível isentar o povo de responsabilidade, alegando que ninguém sabia o que estava acontecendo. A maioria sabia, sim, e provas disso não faltam. Por exemplo: a inauguração de Dachau, primeiro campo de concentração construído pelos nazistas, foi anunciada em 1933 numa entrevista coletiva. Ou seja: não dá para dizer que o regime ocultava os fatos e tentava manter a sociedade alheia aos crimes que estavam sendo cometidos. “Só…

Leia Mais

6 grandes países que foram muito importantes e hoje já não existem

6 grandes países que foram muito importantes e hoje já não existem

O mundo como conhecemos atualmente não é tão parecido assim como há alguns séculos. Não digo apenas pelas evoluções tecnológicas mas também por suas fronteiras. A base da história foi moldada por diversos impérios, grandes cidades e potências mundiais que ascenderam e caíram em diversos ciclos. As razões pelas quais nações nascem ou desaparecem são variadas, pode ser um território com uma língua e costumes comuns, uma divisão após período de guerra, ascensão econômica, migração entre diversos outros. Atualmente contamos com 195 países oficiais, sendo Sudão do Sul (áfrica) o…

Leia Mais

Condessa Sangrenta, a húngara que bebia o sangue das vítimas

Condessa Sangrenta, a húngara que bebia o sangue das vítimas

  Na infância, Elizabeth Báthory presenciou um evento marcante. Um cigano convidado a ir ao castelo entreter a realeza foi preso ao tentar vender o filho. Elizabeth se escondeu para testemunhar o castigo. Viu um cavalo com ventre aberto. Os soldados, então, colocaram o prisioneiro vivo dentro da barriga e costuraram o animal. O homem ficou lá até morrer de inanição. –  (André Toma/) Nascida em 1560, Elizabeth era condessa, filha de uma das famílias mais poderosas da Transilvânia – na atual Romênia. Aos 15 anos, casou-se com Ferenc Nadasdy,…

Leia Mais

Gin, o inimigo público número um

Gin, o inimigo público número um

   (Tomás Arthuzzi/Superinteressante) O levante tinha data marcada: 29 de setembro de 1736, dia de São Miguel Arcanjo. Insuflada pelo grito de guerra “no gin, no king” (“sem gin, sem rei”), a turba iria se insurgir contra a Coroa assim que entrasse em vigor a lei que, na prática, proibia o comércio de gin em solo britânico. O motim, anunciado cinco dias antes, uniu toda a massa de pobres e oprimidos de Londres. Para inflamar ainda mais a multidão, os taverneiros ofereceram gin grátis durante a madrugada que antecedeu à…

Leia Mais

A história esquecida do 1º barão negro do Brasil Império, senhor de mil escravos

A história esquecida do 1º barão negro do Brasil Império, senhor de mil escravos

Um próspero fazendeiro e banqueiro do Brasil nos tempos do Império, dono de imensas fazendas de café, centenas de escravos, empresas, palácios, estradas de ferro, usina hidrelétrica e, para completar a cereja do bolo, de um título de barão concedido pela própria Princesa Isabel. A biografia do empresário mineiro Francisco Paulo de Almeida, o Barão de Guaraciaba, não seria muito diferente de outros nobres da época não fosse um detalhe importante: ele era negro em um país de escravos. No ano em que a Lei Áurea completa 130 anos, vale…

Leia Mais