No futuro, os prédios poderão ser erguidos com ‘ossos’ e ‘cascas de ovos’

No futuro, os prédios poderão ser erguidos com ‘ossos’ e ‘cascas de ovos’

Uma cidade cujos prédios são feitos de ossos e pedaços quebrados de casca de ovos parece ser o cenário perfeito para um filme de terror ou ficção científica. Entretanto, essa é a base de pesquisadores da Universidade de Cambridge, que querem substituir os tradicionais materiais da construção civil para diminuir a emissão de carbono em nosso atmosfera. O objetivo dos pesquisadores não é modificar a forma com a qual enxergamos os prédios – fazendo-os parecer esqueléticos ou ameaçadores, como alguns devem ter imagina –, mas mudar o seu interior, os…

Leia Mais

‘Cidade’ de garimpo ilegal na Floresta Amazônica movimentava R$ 32 milhões ao mês, diz Exército

‘Cidade’ de garimpo ilegal na Floresta Amazônica movimentava R$ 32 milhões ao mês, diz Exército

  ‘Cidade’ em meio a selva amazônica foi descoberta durante operação do Exército Brasileiro (Foto: Exército/Divulgação) A ‘cidade’ de garimpeiros encontrada em plena floresta amazônica na Terra Indígena Yanomami, em Roraima, movimentava cerca de R$ 32 milhões por mês com extração ilegal de ouro. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (13) pelo general Gustavo Dutra, responsável pela missão do Exército que achou o garimpo. O local tinha pelo menos mil habitantes e é considerado pelo Exército como o maior garimpo já encontrado em Roraima. Lá havia mercados, casas e até…

Leia Mais

Grileiros ganham meio bilhão com redução de Jamanxim

Grileiros ganham meio bilhão com redução de Jamanxim

  Vista aérea do reabanho de gado na Flona de Jamanxim, alvo da Operação Boi Pirata II. Foto: Nelson Feitosa/Ibama Nesta quinta-feira (12), o governo federal enviou ao Congresso um projeto de lei que reduz em quase 350 mil hectares a Floresta Nacional de Jamanxim. Caso seja aprovado, a mudança manda duas mensagens claras: vale a pena invadir unidades de conservação na Amazônia. E mais, faça isso e você vai obter terra na região a preço de banana. Para mostrar o tamanho da transferência de renda àqueles que se apossaram…

Leia Mais

De onde veio o bife que você comeu no almoço?

De onde veio o bife que você comeu no almoço?

Escolha criteriosa: cada vez mais o consumidor quer saber como o alimento foi produzido São Paulo — Quem passa pelos corredores de um dos 404 supermercados da rede americana Walmart espalhados pelo Brasil pode deparar, no balcão das carnes, com uma cena inusitada: consumidores com o celular apontado para as etiquetas com códigos de barras coladas nas embalagens das peças nobres, como picanha e filé-mignon. O motivo? Descobrir a origem da carne, quando o boi foi abatido e até a vacinação a que o rebanho foi submetido. As informações que estão…

Leia Mais

Na rota da madeira: o caminho da ilegalidade da matéria-prima

Na rota da madeira: o caminho da ilegalidade da matéria-prima

Já pensou que você pode ser parte dessa história? (Cacá Bratke/Cacá Bratke) A Floresta Amazônica está mais ligada a nós do que a geografia pode sugerir. Ela é hoje o principal alvo de exploração madeireira no Brasil, já que seus maiores consumidores – as regiões Sul e Sudeste do país – esgotaram suas vegetações nativas (de peroba-rosa e pinho-do-paraná, sobretudo) e recorrem ao território para suprir a demanda. Sim, há ainda matas plantadas, especialmente de eucalipto e pínus, mas grande parte delas abastece empresas de celulose e papel e siderúrgicas. Autor da obra, o Studio MK27 adotou as regras ecológicas…

Leia Mais

Como é a enigmática e rica região no meio do Oceano Pacífico que pode redefinir o futuro da mineração

Como é a enigmática e rica região no meio do Oceano Pacífico que pode redefinir o futuro da mineração

A região de Clarion-Clipperton é rica em nódulos de manganês, que contêm minerais como cobre e níquel (Foto: Nautilus Minerals) A região Clarion-Clipperton, no oceano Pacífico, guarda no fundo do mar um tesouro que representa um dilema para toda a humanidade. Ali, a 4 mil metros abaixo da superfície marinha, distância equivalente a cinco vezes o tamanho do Burj Khalifa, o prédio mais alto do mundo, encontram-se vastos depósitos de nódulos de manganês, pedras ricas em níquel, cobre, cobalto e outros minerais essenciais para a fabricação de equipamentos – de…

Leia Mais