Como provocar os gestores para a importância dos planos de resíduos

Desvalorização dos resíduos

Como despertar os gestores públicos sobre a importância dos planos de resíduos sólidos municipais para a mudança desse cenário

Qual a atual situação do lixo e dos planos de resíduos no Brasil? Qual a importância dos Planos Municipais de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PMGIRS)? O que os gestores públicos precisam saber sobre o PMGIRS? Quais as vantagens em ter um PMGIRS? Saiba agora como provocar os gestores para a importância dos planos de resíduos.

Estima-se que em 2016, 3331 municípios brasileiros, descartaram cerca de 29,7 milhões de toneladas de resíduos em lixões (Abrelpe, 2016). Uma das tristes consequência dessa realidade, é a geração de ambientes totalmente insalubres utilizadas pelo homem como ambiente de trabalho. Você acha que isso é o pior? Saiba que o Brasil perde cerca de R$ 120 bilhões/ano, por não reciclar o seu lixo (Pessôa; 2018). Diante disso, você já se questionou por que os catadores conseguem enxergar valor agregado nesses resíduos e os gestores públicos não? A resposta pode ser encontrada com os profissionais que elaboram planos de gestão e gerenciamento de resíduos. Desta forma, são estes os profissionais que podem influenciar os gestores públicos sobre a importância dos planos municipais.

A implementação de um sistema planejado, pode gerar benefícios nas áreas econômicas, sociais, ambientais e políticas de um município. Deste modo, como provocar os gestores para a importância dos planos de resíduos sólidos mesmo em momentos de crise?

Qual a atual situação do lixo no Brasil?

O mercado de resíduos sólidos no Brasil é significativamente promissor. Basta analisar os relatórios da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Perigosos (ABRELPE). No ano de 2016, estima-se que foram coletados 91% dos resíduos produzidos no Brasil. Isso permite dizer que 71,3 milhões de toneladas de resíduos, tiveram sua coleta gerenciados por órgãos públicos ou privados. Esses dados revelam, que há responsáveis em realizar o gerenciamento dos resíduos, porém não há pessoas qualificadas para solucionar os desafios.

Gestão do lixo urbanos

A população brasileira vem crescendo nas últimas décadas. Pouco antes do ano de 2016, o país possuía 207,7 milhões de pessoas conforme dados do Banco Mundial. Como a produção de resíduos é proporcional ao crescimento da população, a tendência é de aumento na quantidade de resíduos. Diante disso, há uma urgente necessidade para que os gestores públicos municipais, deem a importância  requerida aos planos municipais de resíduos. O cenário que tem se criado, é o do aumento da demanda por soluções práticas para o setor.

Qual a importância do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PMGIRS)?

Os PMGIRS consiste basicamente em um diagnóstico da situação dos resíduos sólidos gerados no município. É necessário que se conheça a origem, o volume, caracterização dos resíduos e as formas de destinação e disposição final. Também é necessário a implementação de mecanismos para criação de negócios, emprego e renda, mediante a valorização dos resíduos sólidos. Portanto, a elaboração do PMGIRS, é condição para que os municípios tenham acesso aos recursos federais. Desta forma, por meio deste documento, gestores municipais poderão receber ajuda financeira para realizar o manejo adequado dos resíduos sólidos.

O que os gestores precisam saber sobre o PMGIRS?

Todos os municípios brasileiros precisam elaborar o seu PMGIRS. Porém, existem alguns casos, que o PMGIRS pode ser elaborado com conteúdo simplificado.

O PMGIRS também pode ser elaborado em conjunto com outros municípios que formem um consórcio público para gestão de resíduos. É válido salientar, que este plano pode estar inserido no plano de Saneamento básico municipal.

Quais as vantagens em ter um PMGIRS?

Gestores públicos municipais com visão progressistas, têm comprovado o quanto o PMGIRS tem fortalecido a economia do município. Isso porque, é criado novas fontes de negócios, gerando emprego e renda para o município. Desta forma, surge o mercado da reciclagem que a cada ano, tem se demonstrado promissor.

Na Alemanha, onde foram reciclados cerca de 65% dos resíduos em 2016, houve uma movimentação financeira de aproximadamente 40 bilhões de euros. O mercado de resíduos alemão, empregou quase 200.000 em 2016, com forte tendência de crescimento de oportunidades neste setor.

Diante disso, como aproveitar o mercado de fato? Certamente, em primeiro lugar o segredo está na qualificação da mão de obra. Isso favorece que os profissionais atuais descubram o mercado, mas também consigam inspirar novos investidores para o setor. Em segundo lugar está a regulamentação do setor, de uma forma tal que transforme os desafios em oportunidades de negócio.

Fonte: residuossolidos

Jaqueline Alves

Graduada em Ciências Sociais e Engenheira Ambiental. Especialista em Direito Ambiental; Direito Municipal; Gestão Pública; Engenharia e Segurança do Trabalho; MBA em Petróleo e Gás e Auditoria Ambiental

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.