Doença genética que torna a gripe muito perigosa é descoberta

Pesquisadores anunciaram nesta quinta-feira (22) a descoberta de um gene cujas mutações podem transformar uma simples gripe em uma infecção potencialmente mortal, uma encefalite.

“É uma nova doença genética que foi identificada”, explicou em um comunicado o instituto de pesquisa genética parisiense Imagine.

“Ela se traduz em uma vulnerabilidade extrema a infecções virais normalmente sem gravidade, atingindo particularmente o tronco cerebral”, acrescentaram.

O gene em questão, chamado DBR1, nos torna desiguais diante de vírus comuns presentes em nosso meio ambiente: influenza, norovírus (que causa gastroenterite) e HSV1 (herpes tipo 1).

Os pesquisadores do instituto Imagine e do instituto Rockefeller, de Nova York, provaram que, em algumas crianças, uma série de mutações nesse gene perturba a defesa contra esses vírus.

Na grande maioria das crianças, as defesas imunológicas tornam essas doenças benignas.

Mas em outras, o vírus causará uma complicação muito séria, uma encefalite viral grave, infecção do tronco cerebral que é a “responsável por várias funções vitais”.

“Esta descoberta melhorará o diagnóstico, o aconselhamento genético às famílias e o tratamento de pacientes com sinais de uma tal infecção”, ressaltou o instituto Imagine.

Fonte: UOL

Jaqueline Alves

Graduada em Ciências Sociais e Engenheira Ambiental. Especialista em Direito Ambiental; Direito Municipal; Gestão Pública; Engenharia e Segurança do Trabalho; MBA em Petróleo e Gás e Auditoria Ambiental

Artigos relacionados

Deixe um comentário