Estrada de Ferro Carajás é liberada por manifestantes, no sudeste do Pará

Manifestantes interditaram a Estrada de Ferro Carajás, no sudeste do Pará. (Foto: Divulgação / Segup)

Manifestantes interditaram a Estrada de Ferro Carajás, no sudeste do Pará. (Foto: Divulgação / Segup)

Integrantes da Frente Nacional de Luta liberaram a Estrada de Ferro Carajás na tarde desta sexta-feira (8), no município de Parauapebas, sudeste do Pará. Eles bloquearam a via na quinta-feira (7), em protesto. Equipes do Batalhão de Choque da Polícia Militar foram enviados ao trecho para garantir cumprimento de reintegração de posse. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Pará (Segup), os manifestantes saíram sem resistência.

A tropa continua no local para garantir que a ferrovia continue desobstruída. A mineradora Vale obteve liminar de reintegração de posse na Justiça Estadual de Parauapebas.

“Cumprimos a ordem judicial de reintegração de posse sem qualquer conflito com os manifestantes e, logo, sem vítimas. Nossos militares ainda permanecerão por alguns dias no local até que a área esteja sem qualquer obstáculo físico”, disse o secretário adjunto de Gestão Operacional da Segup, coronel PM André Cunha.

Operação

A estrada é responsabilidade da mineradora Vale, que opera a rota de escoamento. O bloqueio gerou impacto a 1.300 passageiros que usam diariamente o transporte ferroviário entre 27 municípios e povoados do Pará e do Maranhão.

Fonte: G1

Jaqueline Alves

Graduada em Ciências Sociais e Engenheira Ambiental. Especialista em Direito Ambiental; Direito Municipal; Gestão Pública; Engenharia e Segurança do Trabalho; MBA em Petróleo e Gás e Auditoria Ambiental

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.