Ex-morador de rua cria negócio e só contrata desabrigados

Sunshine Shoeshine (Foto: Reprodução)

O “Sunshiner” Alan Walton e o fundador da Sunshine Shoeshine, Drew Goodall (Foto: Reprodução)

Nos anos 90, o britânico Drew Goodall viveu sua fase mais difícil. No auge de seus 20 anos e sonhando em ser ator, ele teve a confiança seriamente abalada após uma dura crítica negativa. Em 2001, sem projetos ou dinheiro, ele passou seis meses morando na rua.

Um dia, enquanto pedia esmola, ele recebeu um conselho que seria valioso. Uma pessoa que sempre o via ali sugeriu que ele começasse a engraxar sapatos para ganhar dinheiro. Com o pouco dinheiro que tinha reunido, ele comprou uma escova e uma lata de cera e passou a oferecer o serviço em um rico distrito de Londres.

Entre fugas da polícia para não ser multado – o comércio de rua era proibido no local – veio outra ajuda importante. Um de seus clientes sugeriu que ele oferecesse o serviço dentro do escritório onde ele trabalhava. Goodall aceitou a ideia e, aos poucos, passou a fazer o mesmo em outros prédios empresariais da região.

Sunshine Shoeshine (Foto: Reprodução/Facebook)

Empresa hoje tem cerca de 40 funcionários (Foto: Reprodução/Facebook)

O trabalho não só lhe proporcionou um novo teto quanto, em 2012, tornou-se realmente um negócio: a Sunshine Shoeshine. A empresa especializada em engraxar sapatos atende dezenas de clientes na cidade e ganhou mais funcionários.

E não se tratam de quaisquer profissionais. Goodall fez questão de empregar moradores de rua e pessoas desfavorecidas financeiramente. “Tudo aconteceu de forma orgânica. Eu não me preparei para, do meu próprio jeito, tentar mudar o mundo”, disse ele em entrevista à Reuters.

Hoje, a companhia emprega cerca de 40 pessoas e fatura cerca de US$ 300 mil ao ano, segundo o jornal La Republica. Goodall diz destinar grande parte do dinheiro a instituições de caridade.

Fonte: revistapegn

Jaqueline Alves

Graduada em Ciências Sociais e Engenheira Ambiental. Especialista em Direito Ambiental; Direito Municipal; Gestão Pública; Engenharia e Segurança do Trabalho; MBA em Petróleo e Gás e Auditoria Ambiental

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.