Horizonte Minerals obtém licença para seu projeto de ferro-níquel do Araguaia no Brasil

A Horizonte Minerals garantiu outra licença de construção para o seu projeto de ferro-níquel do Araguaia no Brasil, um passo que significa que o projeto agora é totalmente permitido para construção. A empresa informou que a Agência Ambiental do Estado do Pará (SEMAS) concedeu a licença.

A empresa diz que a licença representa um grande passo de redução de risco para o Araguaia, que de acordo com a Horizonte produzirá 52.000 toneladas de ferro-níquel (contendo 14.500 toneladas de níquel) por ano durante uma vida útil de 28 anos quando estiver totalmente operacional. A última autorização é para equipamentos em sua fábrica de processamento e infraestrutura associada, e segue a publicação de um estudo de viabilidade no ano passado.

CEO Horizonte Jeremy Martin disse que, além de financiamento (Araguaia tem uma estimativa de custo de capital de US $ 443 milhões), “a empresa está agora em uma posição para iniciar a construção com as licenças ambientais necessárias aprovados.”

Martin acrescentou que uma licença de construção foi emitido em tempo e dentro do orçamento, creditando a equipe da Horizonte por trabalhar de perto com a SEMAS, outras agências estaduais e comunidades locais no estado do Pará.

Fonte: Opetroleo

Jaqueline Alves

Graduada em Ciências Sociais e Engenheira Ambiental. Especialista em Direito Ambiental; Direito Municipal; Gestão Pública; Engenharia e Segurança do Trabalho; MBA em Petróleo e Gás e Auditoria Ambiental

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.