Justiça ordena Vale a declarar emergência em 2 barragens no Pará.

A Vale informou que, por força de determinação judicial, foram solicitadas providências relacionadas às barragens Pondes de Rejeitos e Captação de Águas, da Mina do Igarapé Bahia, provenientes de operações paralisadas de ouro, no Pará. As ações civis públicas foram propostas pelo Ministério Público Federal contra a Vale e a Agência Nacional de Mineração (ANM). A Justiça Federal de Marabá determinou que a mineradora Vale declare situação de emergência nessas duas barragens.

“A Vale esclarece que as estruturas Pondes de Rejeitos e Captação de Águas, assim como a Mina do Igarapé Bahia, estão definitivamente inativas desde 2002 e são classificadas como de baixo risco pela ANM”, afirmou a empresa.

Segundo a mineradora, as estruturas da Mina Igarapé Bahia são contínua e preventivamente monitoradas pela Vale e passam por inspeções de segurança devidamente registradas no Sistema Integrado de Gestão de Segurança de Barragens de Mineração da ANM.

“As estruturas vêm recebendo adequações acompanhadas por auditoria independente e executadas dentro dos prazos fixados”, acrescentou.

Fonte: Infomoney

Jaqueline Alves

Graduada em Ciências Sociais e Engenheira Ambiental. Especialista em Direito Ambiental; Direito Municipal; Gestão Pública; Engenharia e Segurança do Trabalho; MBA em Petróleo e Gás e Auditoria Ambiental

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.