Maior charutaria da Europa tem unidade que pertenceu a Fidel Castro

 

Reprodução

No coração de Londres, um prédio dos anos 1920 abriga a maior charutaria da Europa. O Wellesley Cigar Lounge é uma impressionante construção, dentro do hotel The Wellesley, que abriga o equivalente a US$ 1,9 milhão em charutos, incluindo uma edição do Cohiba Behike que pertenceu a Fidel Castro.

Uma das peças mais tradicionais do local é o Smoky Manhattan, um charuto cubano de US$ 5.500 com pitadas de chocolate e licor.

No hall da hospedagem, um mapa de Cuba gravado a laser no chão dá as boas vindas aos visitantes e hóspedes. Um sommelier fica à disposição daqueles que não estão tão familiarizados com a arte do fumo e ensinam quais as melhores unidades de acordo com os gostos de cada um, oferecendo provas que saem bem mais em conta do que os cubanos: de US$ 5 a US$ 10.

Fonte: Forbes

Jaqueline Alves

Graduada em Ciências Sociais e Engenheira Ambiental. Especialista em Direito Ambiental; Direito Municipal; Gestão Pública; Engenharia e Segurança do Trabalho; MBA em Petróleo e Gás e Auditoria Ambiental

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.