Dia do Professor: lições do Japão ao Brasil incluem mestres valorizados, pais voluntários e alunos ‘faxineiros’

Dia do Professor: lições do Japão ao Brasil incluem mestres valorizados, pais voluntários e alunos ‘faxineiros’

Em quase três décadas de Japão, o brasileiro Paulo Hirano, dono de uma empresa de design, acompanhou avanços em diversos setores do país. No educacional, porém, ele diz que foram poucas as mudanças desde o tempo em que estudou em escolas japonesas. Embora tenha enfrentado muitas dificuldades na adaptação ao sistema escolar do país, ele decidiu que sua única filha também frequentaria a rede pública local, mesmo tendo a opção de matriculá-la em uma das escolas brasileiras existentes na província de Gunma, onde reside. Além da qualidade do ensino que…

Leia Mais

Os maiores compradores de terras do Brasil

Os maiores compradores de terras do Brasil

TIME DE ESPECIALISTAS: Lopez, Guillaumon e Aguiar Neto (da esq. para a dir), além de Ivo Cunha (sentado), passaram por empresas agrícolas antes de se juntar à BrasilAgro O telefone não pára de tocar no quinto andar do edifício Faria Lima Business Center, em São Paulo. De todas as regiões do País, os fazendeiros ligam, exaltam o valor de suas terras e oferecem as propriedades aos executivos que tocam a BrasilAgro. Criada há pouco mais de três anos, essa empresa surpreendeu o mercado quando, um ano e meio atrás, foi…

Leia Mais

Como funciona um Aterro Sanitário

Como funciona um Aterro Sanitário

Como funciona um aterro sanitário? Como é organizado um aterro sanitário? Como é feita a seleção de áreas para aterro sanitário? Abra seus olhos para o amplo mercado de resíduos sólidos cheio de oportunidades que poucos comentam. Atualmente o aterro sanitário é a forma mais viável de destinação ambientalmente adequada dos resíduos sólidos. Sendo assim, dos 5.570 municípios brasileiros apenas 40,83% encaminham seus resíduos aos aterros. De acordo com especialistas do setor: “é um mercado amplo e promissor”. A função do aterro sanitário é isolar os resíduos sólidos de qualquer contato com o mundo exterior. Garantir assim…

Leia Mais

Só no Brasil?…

Só no Brasil?…

Há hoje no Brasil 35 partidos políticos registrados no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Nas últimas eleições, em 2014, 28 deles alcançaram cadeiras no Congresso Nacional. No geral, são partidos com pouca diversidade ideológica entre si e que fazem alianças a fim de conseguir votos e favores. Mas é só no Brasil que a política é assim? Não. O UOL conversou com dois especialistas sobre sistemas políticos e democracias pelo mundo. Glauco Peres da Silva, professor do Departamento de Ciências Políticas da USP (Universidade de São Paulo), e André Borges, do…

Leia Mais

As lições para a Educação do país em que pedreiros estudam por até 4 anos e ganham salários de R$ 20 mil…

As lições para a Educação do país em que pedreiros estudam por até 4 anos e ganham salários de R$ 20 mil…

  Empregos de base despertam grande interesse porque garantem uma boa renda Adriane Gischig foi à Suíça há 18 anos, levada pela paixão. No Brasil, ela cursava o quinto semestre da faculdade de Direito e planejava transferir os estudos para a Universidade de Basileia para ficar próxima do namorado. Os créditos já cursados, porém, não foram reconhecidos e a paulista se viu em uma encruzilhada: recomeçar a faculdade do zero ou buscar uma nova carreira. Precisando conquistar sua independência financeira logo, ela optou por fazer a chamada “formação de aprendizagem”,…

Leia Mais

Desmatamento para produção de commodities persiste no Brasil e no mundo

Desmatamento para produção de commodities persiste no Brasil e no mundo

Nas últimas décadas, o esforço em prol da preservação ambiental parece ter sido incorporado, em maior ou menor grau, por governos, empresas e cidadãos. Mas, de acordo com um estudo publicado nesta quinta-feira pela revista Science, há um tipo de problema ambiental, dos mais sérios, que não está sendo reduzido: o desmatamento causado para liberar espaço para a produção de commodities. O conceito define os produtos que são praticamente uniformes e têm seus preços regulados pelo mercado internacional – tais como café, sal, açúcar, soja e metais como prata, ouro…

Leia Mais

Enquanto Rio privatiza, por que Paris, Berlim e outras 265 cidades reestatizaram saneamento?

Enquanto Rio privatiza, por que Paris, Berlim e outras 265 cidades reestatizaram saneamento?

Enquanto iniciativas para privatizar sistemas de saneamento avançam no Brasil, um estudo indica que esforços para fazer exatamente o inverso – devolver a gestão do tratamento e fornecimento de água às mãos públicas – continua a ser uma tendência global crescente. De acordo com um mapeamento feito por onze organizações majoritariamente europeias, da virada do milênio para cá foram registrados 267 casos de “remunicipalização”, ou reestatização, de sistemas de água e esgoto. No ano 2000, de acordo com o estudo, só se conheciam três casos. Satoko Kishimoto, uma das autoras…

Leia Mais