Mais da metade dos candidatos alvo da Lava Jato não consegue se eleger

Mais da metade dos candidatos alvo da Lava Jato não consegue se eleger

A maior parte dos alvos da Operação Lava Jato que tentaram um novo mandato nas eleições deste domingo, 7. fracassaram. Dos 77 nomes que ainda respondem a alguma investigação e se candidatam, 40 não tiveram sucesso. Entre os mais famosos estão o ex-líder do governo no Senado Romero Jucá (MDB-RR) e o ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB), que chegou a ser preso durante a campanha. Outros nomes de destaque na política, como o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), e o vice, Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), também ficaram de…

Leia Mais

Uma extensa ficha corrida

Uma extensa ficha corrida

NAS CORDAS Acossado pela escalada de más notícias, o petista vê disparar seus índices de rejeição (Crédito: Marcelo Chello/CJPRESS/Estadão Conteúdo) Fernando Haddad não foi escolhido pelo presidiário Lula para substituí-lo na corrida presidencial por acaso. Ele carrega o mesmo DNA dos malfeitos de seu padrinho político encarcerado na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, desde abril. O candidato do PT à Presidência responde a 32 processos na Justiça, que o colocam como um dos campeões da ficha de ilícitos cometidos na vida pública. Na extensa folha corrida, Haddad, já réu…

Leia Mais

Votação da eleições brasileiras é encerrada em 18 países do exterior

Votação da eleições brasileiras é encerrada em 18 países do exterior

  O resultado da votação no exterior será divulgado somente após o término da votação no Brasil(foto: Evaristo Sa/AFP) O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou há pouco que a votação para eleitores que estão no exterior foi encerrada em 18 países. De acordo com o TSE, o balanço se refere aos locais de votação, em geral as próprias embaixadas do Brasil, nos quais o pleito foi fechado às 10h, horário de Brasília, e que estão cerca de dez horas à frente no fuso horário. De acordo com o boletim, a…

Leia Mais

Qual é a chance de Bolsonaro ser eleito já no primeiro turno?

Qual é a chance de Bolsonaro ser eleito já no primeiro turno?

Bolsonaro: é muito provável que o capitão tenha de enfrentar Haddad no segundo turno (Rodolfo Buhrer/Reuters) São Paulo — O candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, tem registrado avanços nas recentes pesquisas de intenção de voto, divulgadas na semana que antecede a eleição deste domingo (7). Nas mais recentes pesquisas Datafolha e Ibope, o pesselista aparece em ambas com 38% dos votos válidos, que exclui brancos, nulos e indecisos. Haddad tem 28%. Para ganhar no primeiro turno, bandeira que Bolsonaro tem levantado com frequência, ele precisaria superar 50% dos votos válidos. Os números atuais mostram que…

Leia Mais

Eleições 2018: Voto útil, abstenções e outros três fatores que podem ser decisivos na reta final

Eleições 2018: Voto útil, abstenções e outros três fatores que podem ser decisivos na reta final

Faltando menos de uma semana para que 140 milhões de brasileiros escolham seu próximo presidente em um pleito fragmentado e polarizado, ainda há alguns fatores que podem influenciar a decisão final do eleitor, segundo analistas. A BBC News Brasil reuniu dados das mais recentes pesquisas e ouviu especialistas para entender quais seriam estes elementos. 1 – Preferência ou ‘voto útil’? A pesquisa do Ibope de 26 de setembro questionou os entrevistados a respeito do chamado “voto útil” – a possibilidade de o eleitor deixar de votar no candidato de sua…

Leia Mais

Deputados são eleitos pelo sistema proporcional; veja como funciona

Deputados são eleitos pelo sistema proporcional; veja como funciona

  Os candidatos a prefeito, governador, senador e presidente da República são eleitos pelo voto majoritário. Ou seja, vence quem tem mais votos. Mas a eleição para vereador, deputado estadual e deputado federal é diferente. Eles são eleitos pelo sistema proporcional. Basicamente, os votos que “sobram” dos candidatos mais votados ajudam a eleger outros do mesmo partido ou coligação. O cálculo de votos para a eleição de deputados federais funciona da seguinte forma: Divide-se o número de votos válidos (em candidatos e em partidos) pelo número de vagas em disputa. O…

Leia Mais

Desgastados, senadores desistem de reeleição e ‘rebaixam’ candidaturas…

Desgastados, senadores desistem de reeleição e ‘rebaixam’ candidaturas…

  Seis senadores decidiram mirar “para baixo” nas eleições do próximo dia 7. Em vez de concorrer à reeleição no Senado Federal, se lançaram a uma vaga na Câmara dos Deputados. Entre os nomes mais conhecidos desses parlamentares, estão Aécio Neves (PSDB-MG), segundo colocado na disputa presidencial de 2014, José Agripino Maia (DEM-RN), senador desde 1987, e Gleisi Hoffmann (PT-PR), presidente nacional do partido. “Esses parlamentares se viram envolvidos em escândalos de corrupção, julgados ou não, mas que mancharam suas eleições e pretensões políticas”, afirma o cientista político Fernando Abrucio,…

Leia Mais