O que de fato está em jogo nas eleições presidenciais de 2018

O que de fato está em jogo nas eleições presidenciais de 2018

Wilson Dias/Agência Brasil Como vários observadores da cena política nacional já notaram em outras ocasiões, o Brasil é, de longe, o país onde a implementação das teorias do marxista Antonio Gramsci – que advogava a tomada do poder pela esquerda não pela força, mas sim pela hegemonia cultural – encontra-se em estágio mais avançado. O aparelhamento começou nas escolas e nas universidades, onde o ensino de História era quase sempre ministrado, desde a década de 50, à luz da ótica marxista. Essa tendência se acelerou nos primeiros anos da década…

Leia Mais

A farra do boi

A farra do boi

Em Raízes do Brasil, o historiador e sociólogo Sérgio Buarque de Holanda define as peculiaridades do brasileiro e seus traços singulares. Destaca a grande capacidade que o povo tem de encontrar soluções criativas diante das dificuldades. Aquilo que o a cultura popular batizou de “jeitinho”. Quando usado para o bem, é uma grande vantagem. Quando usado para o mal, porém, o jeitinho vira o caminho para burlar regras e se desviar de condutas. É o que estão fazendo os parlamentares na atual campanha eleitoral. Além de prepararem pautas-bomba que causarão…

Leia Mais

Receita Federal vai fiscalizar dinheiro vivo declarado por candidatos na eleição

Receita Federal vai fiscalizar dinheiro vivo declarado por candidatos na eleição

A Receita Federal e o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), juntamente com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), vão reunir esforços para fiscalizar suspeitas de uso de dinheiro vivo para caixa 2 de campanha nas eleições deste ano. Pela primeira vez, os três órgãos vão atuar preventivamente para investigar possível crime de lavagem de dinheiro de candidatos e doadores por meio do uso de recursos em espécie. A suspeita é de que candidatos façam declarações falsas à Justiça Eleitoral e ao Fisco, informando possuir valores em espécie em casa…

Leia Mais

A estratégia de Bolsonaro

A estratégia de Bolsonaro

Jair Bolsonaro, no encontro da CNI com pré-candidatos a presidente no início de julho (Foto: Sérgio Dutti/CNI) Ao escolher como vice o general Augusto Heleno, do insignificante PRP, o pré-candidato Jair Bolsonaro (PSL) abriu mão da negociação com o PR do mensaleiro Valdemar Costa Neto e de dois minutos díarios no horário eleitoral gratuito da TV. Sem o PR, Bolsonaro terá algo como dez segundos no bloco de 12min30. Quem acompanha as eleições no Brasil sabe da importância do horário eleitoral gratuito. De acordo com um levantamento da consultoria Arko…

Leia Mais

Candidatos com mandato terão prioridade na distribuição do dinheiro do fundo eleitoral, dizem partidos

Candidatos com mandato terão prioridade na distribuição do dinheiro do fundo eleitoral, dizem partidos

Partidos devem priorizar candidatos com mandato em divisão do fundo eleitoral Os cinco partidos que mais receberão recursos do fundo eleitoral neste ano informam que, na distribuição do dinheiro, pretendem priorizar os candidatos atualmente com mandato, o que, na avaliação de especialistas, mais uma vez dificultará a renovação no Congresso Nacional. Em consulta as estratégias de MDB, PT, PSDB, PP e PSB. Juntos, esses partidos têm 236 deputados (46% dos 513 parlamentares da Câmara). No Senado, as cinco legendas somam 48 senadores (59% dos 81 parlamentares). Neste ano, os partidos…

Leia Mais

Para Alckmin e Ciro, agosto será tão importante quanto outubro

Para Alckmin e Ciro, agosto será tão importante quanto outubro

Embora o calendário conte 83 dias até 7 de outubro, estamos a uma distância bem menor da primeira decisão da eleição – temos 20 dias até 5 de agosto, data final para as convenções partidárias, limite para que as legendas (ao menos em tese) decidam a quem entregarão seu apoio e, com isso, o tempo a que têm direito na propaganda eleitoral.Essa espécie de “pré-primeiro turno”, em que o eleitorado em disputa está restrito aos dirigentes de sempre, pode ser tão definitivo quanto o primeiro domingo de agosto para ao…

Leia Mais

Esquenta o jogo eleitoral

Esquenta o jogo eleitoral

De acordo com a sabedoria das redes sociais, uma das maiores desvantagens do Brasil ter se despedido mais cedo da Copa do Mundo é que o País viu-se obrigado a voltar a discutir prematuramente suas notícias de sempre. E elas, pegando emprestado o termo adotado pela presidente do Superior Tribunal de Justiça, Laurita Vaz, são “teratológicas”. Além do vai-e-vem das tentativas e pedaladas do ex-presidente Lula para escapar da prisão, provocam também pesadelos as articulações para a mais imprevisível eleição do País desde a redemocratização. Às vésperas das convenções e…

Leia Mais