Ataques e pressões não vão inibir a fiscalização, diz presidente do Ibama

Ataques e pressões não vão inibir a fiscalização, diz presidente do Ibama

Suely Araújo, presidente do Ibama, em seu gabinete na sede do órgão, em Brasília   Os recentes ataques a veículos e prédios do Ibama na Amazônia Legal, aliados a pressões políticas, não vão conseguir parar as operações de fiscalização, afirma a presidente do órgão, Suely Araújo, 55. “Os ataques são um teste para saber até onde eu consigo ir com a força da ilegalidade. Acho fundamental que o Estado mostre que o Brasil é terra com lei, que o Brasil não aceita esse tipo de postura e reage a isso.”…

Leia Mais

Garimpeiros se reúnem com representantes do Ibama e MPF no Pará

Garimpeiros se reúnem com representantes do Ibama e MPF no Pará

Garimpeiros se reuniram com representantes do Ibama e o Ministério Público Federal Garimpeiros de Tucumã, Ourilândia do Norte e São Félix do Xingu, no sudeste do Pará, se reuniram na última terça-feira (31) com representantes do Ibama e do Ministério Público Federal, em Belém. O grupo é o mesmo que interditou por mais de 80 horas a PA-279, na semana passada. O protesto foi contra a ação do Ibama que queimou equipamentos dos garimpeiros que atuavam irregularmente na Terra Indígena Kaiapó. Na reunião ficou sinalizado que o grupo tem interesse…

Leia Mais

Defensoria do Pará pede a suspensão da licença ambiental de Belo Sun

Defensoria do Pará pede a suspensão da licença ambiental de Belo Sun

A Defensoria Pública do Estado do Pará pediu a suspensão do processo de licenciamento ambiental do projeto de mineração Belo Sun, na região da Volta Grande Xingu, no sudoeste do Estado. A ação foi ajuizada contra a empresa e contra o Estado do Pará. A ação cautelar tem como fundamento a falta de regularidade fundiária na área de instalação do projeto, o que segundo a Defensoria causaria um impacto socioambiental para a população indígena, garimpeiros e famílias agroextrativistas da região. A Belo Sun Mineração informou que cumpriu todas as condicionantes…

Leia Mais

Grupo rende vigias, invade área de garimpo e atira contra PM em MT

Grupo rende vigias, invade área de garimpo e atira contra PM em MT

Imagem feita em 2015 mostra uma das primeiras invasões da área que ficou conhecida como ‘Nova Serra Pelada’ (Foto: Reprodução/TVCA) Um grupo fortemente armado invadiu uma área de garimpo ilegal na Serra do Caldeira, em Pontes e Lacerda, a 483 km de Cuiabá, na sexta-feira (30) e rendeu oito seguranças de uma empresa mineradora, segundo a Polícia Militar. Conhecida como a ‘Nova Serra Pelada’, a área foi desocupada por determinação da Justiça. No entanto, o local foi invadido outras vezes. Em uma delas, a polícia chegou a usar granada de…

Leia Mais

Exploração ilegal de diamante se expande em Rondônia

Exploração ilegal de diamante se expande em Rondônia

Responsável por mortes e destruição ambiental em território dos índios cinta-larga, o garimpo de diamantes ganhou uma nova frente na vizinha Terra Indígena Sete de Setembro, dos paiter-suruís. A invasão coloca em risco uma das principais referências de gestão territorial da Amazônia. Nesta quarta-feira (16), agentes do GEF (Grupo Especializado de Fiscalização) do Ibama tentaram desmontar um dos principais focos de garimpo da Sete de Setembro, situada entre os Estados de Rondônia e Mato Grosso, mas foram impedidos por paiter-suruís aliciados por garimpeiros. Imagens da operação mostram que os indígenas…

Leia Mais

A história por trás do dono de R$ 20 bilhões em barras de ouro

A história por trás do dono de R$ 20 bilhões em barras de ouro

  O bilionário Werner Rydl, na sala da OAB no Fórum da Justiça Federal em Cuiabá. Bilionário, excêntrico, não gosta de gastar à toa, dono de umafortuna de quase R$ 20 bilhões em barras de ouro, possuidor de um território próprio com moeda própria e colecionador de histórias quase que inacreditáveis. Características que facilmente poderiam lembrar o lendário personagem Tio Patinhas, dos estúdios Disney, na verdade definem o empresário Werner Rydl, de 59 anos, que esteve de passagem por Cuiabá, na última semana. Oriundo da Áustria – país em que foi…

Leia Mais

Garimpo ilegal de ouro leva milhares a reserva ambiental no Amazona

Garimpo ilegal de ouro leva milhares a reserva ambiental no Amazona

  Publicidade Avesso à vida urbana, o agricultor Arildo Ari Mar, 72, nunca quis seguir os irmãos e trocar a comunidade Santa Rosa por Manaus, a cerca de 500 km de viagem de barco. Há um mês, porém, ele viu uma cidade de garimpeiros surgir sobre o trecho do rio Madeira diante da sua casa. “Essas balsas chegaram do nada. Nem sabíamos que tinha ouro aqui. Sei que testaram ali, ficaram e foi chegando pessoal de Humaitá, Porto Velho”, diz o ex-seringueiro. Na gíria amazônica, o fenômeno é conhecido como…

Leia Mais

Na BR-163, Kayapó é detetive

Na BR-163, Kayapó é detetive

Entre o final de 2014 e o início de 2016, operações do IBAMA em parceria com a Polícia Federal conseguiram capturar duas grandes quadrilhas de criminosos ambientais operando em regiões próximas à BR-163, rodovia que liga Cuiabá (MT) a Santarém (PA), na Amazônia. As autoridades, no entanto, sabem que há muitas outras espalhadas nestas áreas. Contando com a sofisticação de monitoramento por satélite, a amizade e as redes sociais, fiscais do IBAMA e índios kayapós querem ser projeto-piloto de parceria na defesa dos territórios de floresta pública que ainda resistem…

Leia Mais

Ouro Roxo disputa jazidas de ouro com garimpeiros no Pará

Ouro Roxo disputa jazidas de ouro com garimpeiros no Pará

A localidade de São José, que fica às margens do rio Pacu, em Jacareacanga no sudoeste do Pará, está no centro de uma disputa entre garimpeiros e a companhia Ouro Roxo Participações pelas jazidas de ouro da região. A empresa, que tem como sócio uma pessoa com 200 permissões de garimpo, reivindica o direito de exploração do local e afirma que a produção do minério é inacessível pelos métodos artesanais. Mapa de Jacareacanga, no Pará. Crédito: Google EarthEm 2009, a Ouro Roxo Participações, que tem como acionista majoritário o grupo…

Leia Mais