Cercada por hidrelétricas, reserva no Pará não tem abastecimento de energia

Cercada por hidrelétricas, reserva no Pará não tem abastecimento de energia

O sol se põe e as comunidades da Reserva Extrativista (Resex) Tapajós-Arapiuns, no Pará, também anoitecem. As luzes começam a aparecer às 19h, quando os geradores são acionados. O programa noturno preferido das comunidades é assistir a novelas e notícias pela televisão. A diversão, entretanto, tem hora para acabar e às 22h30 já não se ouve mais o som vindo das telas.   Vista do Rio Arapiuns, em Santarém, a partir da comunidade de Vila Franca. Foto: José Cruz/Agência Brasil Mesmo cercada por hidrelétricas, a reserva extrativista na Amazônia ainda…

Leia Mais

Grandes hidrelétricas não são economicamente viáveis, diz estudo

Grandes hidrelétricas não são economicamente viáveis, diz estudo

A usina hidrelétrica de Itaipu, em Foz do Iguaçu, Brasil (Foto: Keiny Andrade/LatinContent/Getty Images) Quando a usina hidrelétrica de Jirau, em Rondônia, foi leiloada em 2008, o investimento previsto para a construção do projeto era de R$ 9 bilhões. Pouco depois do leilão, a empresa vencedora da concessão, a Energia Sustentável do Brasil, anunciou uma mudança no local do projeto que faria com que a usina custasse menos e produzisse mais energia. Não foi o que aconteceu. Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, a usina está custando quase…

Leia Mais

Ibama nega pedido da Eletrobras para retomar plano de usina no Tapajós

Ibama nega pedido da Eletrobras para retomar plano de usina no Tapajós

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) negou recurso apresentado pela Eletrobras, no qual a empresa solicitava a retomada do processo de licenciamento da usina hidrelétrica de São Luiz do Tapajós, no Pará. Decisão assinada pela presidente do Ibama, Suely Araújo, manteve o entendimento anterior, com base em posição da Fundação Nacional do Índio (Funai), de que “há óbices legais e constitucionais ao licenciamento ambiental do empreendimento”. Assim, entendo que, enquanto não solucionada pelas autoridades legalmente competentes a controvérsia acerca da demarcação e do respectivo perímetro…

Leia Mais

As 10 maiores usinas hidrelétricas do mundo

As 10 maiores usinas hidrelétricas do mundo

As 10 maiores usinas hidrelétricas do mundo Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estas são atualmente as dez maiores usinas hidrelétricas do mundo, em capacidade de produção de eletricidade. 1º. Três Gargantas (China): 18.200 megawatts (MW) 2º. Itaipu (Brasil/Paraguai): 14.000 MW 3º. Guri (Venezuela): 10.000 MW 4º. Tucuruí I e II (Brasil): 8.370MW 5º. Grand Coulee (EUA): 6.494 MW 6º. Longtan Dam (China): 6.426 MW 7º. Sayano-Shushenskaya (Rússia): 6.400 MW 8º. Krasnoyarsk (Rússia): 6.000 MW 9º. Churchill Falls (Canadá): 5.428 MW 10º. La Grande 2 (Canadá): 5.328 MW…

Leia Mais

Livro “Ocekadi: Hidrelétricas, Conflitos Socioambientais e Resistência na Bacia do Tapajós”

Livro “Ocekadi: Hidrelétricas, Conflitos Socioambientais e Resistência na Bacia do Tapajós”

Em 531 páginas, o livro Ocekadi: Hidrelétricas, Conflitos Socioambientais e Resistência na Bacia do Tapajós traz uma análise sobre este tema, em 25 artigos escritos por cerca de 50 autores, trazendo o contexto dos impactos já existentes e de cenários futuros nessa importante bacia hidrográfica da Amazônia brasileira, localizada nos biomas amazônico e cerrado.  São leituras sob a ótica do direito das populações locais e dos impactos dos processos de licenciamento ambiental e execução de dezenas de obras de infraestrutura ao longo de seu curso, nos estados do Mato Grosso,…

Leia Mais

MPF recebe relatório contra a construção de hidrelétricas no Vale do Juruena (MT)

MPF recebe relatório contra a construção de hidrelétricas no Vale do Juruena (MT)

A 6ª Câmara de Coordenação e Revisão do MPF (Populações Indígenas e Comunidades Tradicionais) recebeu, nessa quinta-feira, 28 de julho, relatório elaborado por indígenas de sete etnias que vivem no Vale do Juruena, em Mato Grosso, contra a construção de Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) previstas para a região. O temor dos indígenas é que a instalação das PCHs possam impactar e alterar significativamente o modo de vida das comunidades, que dependem dos rios. Segundo o relatório, estão previstas 102 hidrelétricas para a região, sendo que 43 delas podem inviabilizar a…

Leia Mais

Movimento discute implantação de megaprojetos no rio Tapajós

Movimento discute implantação de megaprojetos no rio Tapajós

Quarenta e três usinas hidrelétricas estão previstas na bacia rioTapajós. Reunião foi preparação para a Caravana em Defesa dos Povos do Tapajós.   Águas do rio Tapajós estão ameaçadas por hidrelétricas (Foto: Armando Carvalho) Estudantes, representantes de trabalhadores rurais, indígenas, acadêmicos e militantes de movimentos sociais se reuniram na quinta-feira (28) no auditório da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), em Santarém, para discutir os impactos socioambientais da implantação de projetos na área do agronegócio, hidrelétrica, mineração e concessão florestal na região. Segundo os organizadores, as iniciativas vão prejudicar…

Leia Mais

Empresa chinesa paga R$4,8 bi e assume hidrelétricas em SP

Empresa chinesa paga R$4,8 bi e assume hidrelétricas em SP

. Hidrelétrica: “O pagamento da outorga foi financiado com empréstimos estruturados e capital próprio” São Paulo – A chinesa Three Gorges assumiu nesta sexta-feira a operação das hidrelétricas de Jupiá e Ilha Solteira, em São Paulo, após pagar na véspera 4,8 bilhões de reais ao Tesouro Nacional, informou a empresa em comunicado. O pagamento feito ao governo foi a segunda parcela de um total de 13,8 bilhões de reais cobrados pela União junto à companhia a título de bônus pela outorga das usinas, que foram licitadas em novembro passado, após…

Leia Mais

Índios travam ‘guerra moderna’ contra hidrelétricas no rio Tapajós

Índios travam ‘guerra moderna’ contra hidrelétricas no rio Tapajós

O cacique Geraldo Krieixi Munduruku perde noites de sono com frequência. Aos 58 anos, ele revive o temor que conheceu em 1989, quando ouviu falar pela primeira vez sobre a construção de uma hidrelétrica no rio Tapajós, no Pará. Naquele ano, ele ajudou a afugentar das terras indígenas um pesquisador que coletava dados para o projeto. Rio Tapajós é a base de subsistência dos mundurukus A relativa calmaria nas aldeias munduruku no médio Tapajós, cercadas pela densa Floresta Amazônica, acabou quando o governo voltou a planejar as obras da Usina…

Leia Mais

Belo Monte prevê nos próximos dias acordo com sócios

Belo Monte prevê nos próximos dias acordo com sócios

Belo Monte: a Norte Energia prevê finalizar esse acordo “em alguns dias” São Paulo – A hidrelétrica de Belo Monte está próxima de fechar um acordo com seus sócios para que estes comprem uma parcela ainda descontratada da geração da usina que não tem encontrado interessados no mercado, disse a jornalistas nesta quinta-feira o presidente do empreendimento. A Norte Energia, empresa responsável por Belo Monte e que tem sócios como Eletrobras, Cemig, Light e Vale, entre outros, prevê finalizar esse acordo “em alguns dias”, afirmou o presidente do grupo, Duilio…

Leia Mais