Projeto de usina prevê alagar área de 7 mil campos ao aumentar reservatório

Projeto de usina prevê alagar área de 7 mil campos ao aumentar reservatório

A Assembleia Legislativa de Rondônia (ALE-RO) começou a discutir o projeto de lei que visa aumentar o reservatório da Usina Santo Antônia em 20%. A proposta, segundo informações obtidas pela Rede Amazônica, prevê que o nível da água no lago aumente em 80 centímetros, o que equivale ao alagamento de 75 Km², ou seja, mais de 7 mil campos de futebol. Se for aprovado, o nível do reservatório no Rio Madeira também vai atingir quatro unidades de conservação, em Porto Velho. Errata: O Jornal de Rondônia errou ao informar que o…

Leia Mais

Tribunal anula acordo ilegal de Eletrobrás com empreiteiras para estudos de Belo Monte

Tribunal anula acordo ilegal de Eletrobrás com empreiteiras para estudos de Belo Monte

Andrade Gutierrez, Odebrecht e Camargo Corrêa serão investigadas para saber quanto receberam pelos estudos ambientais de Belo Monte Contrução da hidrelétrica de Belo Monte, no Pará – Dado Galdieri / Bloomberg Em julgamento na 5ª turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), por unanimidade, foi acatada a apelação do Ministério Público Federal (MPF), que pedia a nulidade do acordo de cooperação técnica firmado entre a Eletrobrás e as empresas Andrade Gutierrez, Odebrecht e Camargo Corrêa para realizar os estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental das obras da…

Leia Mais

Exportadora de madeira é condenada a pagar indenização de R$ 5 mi no PA

Exportadora de madeira é condenada a pagar indenização de R$ 5 mi no PA

A empresa exportadora Tradelink, de Ananindeua, na região metropolitana de Belém, foi condenada pela Justiça Federal a pagar R$ 4,9 milhões por danos materiais causados pelo comércio de madeira ilegal. Os recursos serão destinados a fundo para recuperação ambiental. As informações foram divulgadas nesta quinta-deira (18) pelo Ministério Público Federal. Procurada pelo G1, a empresa informou que não vai se manifestar sobre a decisão. O juiz federal Arthur Pinheiro Chaves, da 9ª Vara da Justiça Federal em Belém, especializada em direito ambiental e agrário, também determinou que a Tradelink deve…

Leia Mais

Expropriados por hidrelétrica receberão R$ 12 mi da Eletronorte

Expropriados por hidrelétrica receberão R$ 12 mi da Eletronorte

A construção da hidrelétrica de Tucuruí em 1984 fez 2.343 expropriados. Cada expropriado receberá R$ 5.088 do Proset. Acordo judicial determinou que Eletronorte deve pagar R$ 12,1 milhões às famílias expropriadas para a construção da usina hidrelétrica de Tucuruí, em 1984 (Foto: Reprodução/TV Liberal) Um acordo assinado na última quinta-feira (11) no fórum de Justiça Estadual de Tucuruí determinou que a Eletronorte pague R$ 12,1 milhões às famílias impactadas pela hidrelétrica de Tucuruí, no Pará. Serão contemplados 2.343 expropriados. Cada expropriado receberá R$ 5.088 do denominado Programa Social para os Expropriados de…

Leia Mais

MPF quer indenização a índios que ficaram sem acesso à educação

MPF quer indenização a índios que ficaram sem acesso à educação

MPF cobra R$ 10 milhões de indenização à prefeitura de Jacareacanga. Município do sudoeste do Pará demitiu 70 professores indígenas em 2014. 70 professores indígenas foram demitidos pela prefeitura de Jacareacanga em 2014. (Foto: Alexandre Moraes/UFPA) O Ministério Público Federal (MPF) recorreu contra uma sentença que negou indenização a índios impedidos de ter acesso à educação indígena. A apelação foi enviada à Justiça Federal nesta quinta-feira (28) e pede que o município de Jacareacanga, no sudoeste do Pará, seja obrigado a pagar R$ 10 milhões aos Munduruku, que em 2014…

Leia Mais

Índios kayapós querem indenização por queda de avião da Gol em MT

Índios kayapós querem indenização por queda de avião da Gol em MT

  Avião da Gol caiu em mata fechada após colidir no ar com jato Legacy (Foto: Corpo de Bombeiros/ Sinop-MT) Os índios da etnia Kayapó querem receber uma indenização da empresa Gol Linhas Aéreas por danos materiais e imaterais sofridos por aquele povo após a queda do avião da Gol, em 2006, na terra indígena Capoto-Jarina, que pertence à etnia, próximo ao município de Peixoto de Azevedo, a 692 km de Cuiabá. A proposta foi apresentada durante uma reunião entre líderes da etnia e representantes da empresa aérea em fevereiro…

Leia Mais