A modesta vida dos juízes do Supremo da Suécia, sem auxílio-moradia nem carro com motorista

A modesta vida dos juízes do Supremo da Suécia, sem auxílio-moradia nem carro com motorista

“Não almoço à custa do dinheiro do contribuinte”, me disse certa vez o juiz sueco Göran Lambertz, em tom quase indignado, na Suprema Corte da Suécia. A pergunta que inflamou a reação do magistrado era se, assim como ocorre no Brasil, os juízes da instância máxima do Poder Judiciário sueco têm direito a carro oficial com motorista e benefícios extra-salariais como auxílio-saúde, auxílio-moradia, gratificação natalina, verbas de representação, auxílio-funeral, auxílio pré-escolar para cada filho, abonos de permanência e auxílio-alimentação. “Não consigo entender por que um ser humano gostaria de ter…

Leia Mais