‘Somos os últimos sobreviventes de Auschwitz’

‘Somos os últimos sobreviventes de Auschwitz’

‘O passado vive em mim, não se pode escondê-lo’, diz Judith Rosenzweig (Foto: T. Kraemer/DW) “O passado vive em mim, não se pode escondê-lo”, diz Judith Rosenzweig. Justamente agora, em idade avançada, as lembranças de infância retornam. Ela nasceu em 1930 na então Tchecoslováquia. Em 1942, foi deportada com a família para o campo de concentração de Theresienstadt e, de lá, para Auschwitz em 1944. Rosenzweig, sua mãe e irmã conseguiram sobreviver. Depois de estações de trabalhos forçados, elas foram para o campo de concentração de Bergen-Belsen. Sua mãe morreu…

Leia Mais