Máquina super rápida remove lixo de praia e devolve areia limpa

Máquina super rápida remove lixo de praia e devolve areia limpa

Uma incrível máquina que limpa as praias está fazendo sucesso nas redes sociais. O vídeo, que mostra a tecnologia em ação, já possui mais de 20 milhões de visualizações no Facebook. De forma rápida e eficaz, a máquina retira todo o lixo plástico, as conchas afiadas, vidros e quaisquer outros resíduos que infelizmente podem ser encontrados nas areias das praias. Batizada de Surf Rake, a máquina de limpeza é acoplada em um trator. Por onde passa, ela nivela as áreas irregulares da areia, garantindo uma superfície uniforme. São retirados desde…

Leia Mais

Esta montanha sem fim de lixo plástico, acredite, encobre um rio

Esta montanha sem fim de lixo plástico, acredite, encobre um rio

Parece que não, mas sob uma densa camada de garrafas, sacolas e outros tipos de plástico, há um rio. A cena chocante ocorre em Bandung, a terceira maior cidade da Indonésia. Ali, militares precisaram ser convocados para tentar resolver o problema. Chamam o lixo de “seu principal inimigo” e tentam recolhê-lo usando redes. Mas a tarefa é ingrata: ao mesmo tempo em que eles recolhem uma pequena parcela do lixo, mais e mais montantes de resíduos chegam com as correntezas. Para o sargento Sugito, que lidera a missão, a tarefa…

Leia Mais

Entenda a Política Nacional de Resíduos Sólidos

Entenda a Política Nacional de Resíduos Sólidos

  O consumo gera lixo. Nos últimos dez anos, a população do Brasil aumentou 9,65%, enquanto que, no mesmo período, o volume de lixo cresceu mais do que o dobro disso, 21%. Esta enorme geração de lixo, entretanto, não é acompanhada de um descarte adequado. De acordo com dados da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), só em 2012, dos 64 milhões de toneladas de resíduos produzidos pela população, 24 milhões (37,5%) foram enviados para destinos inadequados. O descarte inadequado de lixo é prejudicial à…

Leia Mais

A lixeira que suga até 83 mil sacos plásticos por ano com energia solar

A lixeira que suga até 83 mil sacos plásticos por ano com energia solar

  A enorme quantidade de resíduos plásticos espalhados pelos oceanos inspirou uma dupla de surfistas australianos a criar uma lixeira flutuante. Apelidado de “Seabin”, o invento, que pode sugar pedaços de plástico de diferentes tamanhos e até pequenas quantidades de combustível, tem uma bolsa de tela removível, que pode ser esvaziada quando ficar cheia. Segundo os criadores, a lixeira flutuante funciona com um mecanismo alimentado por energia solar. A ideia é utilizá-la em portos e embarcadouros, onde o vento e as correntes aumentam o acúmulo de resíduos. O projeto deverá…

Leia Mais

Lixo na Amazônia ameaça aldeias indígenas e comunidades tradicionais

Lixo na Amazônia ameaça aldeias indígenas e comunidades tradicionais

Lixão a céu aberto no município de Cruzeiro do Sul, no Acre. Foto: Roberto Herrera O acúmulo de lixo pelas aldeias indígenas e comunidades tradicionais da Amazônia é um problema que precisa ser encarado e discutido, pois é uma ameaça real à saúde dessas populações e ao meio ambiente. Em áreas remotas, onde não há nenhum tipo de saneamento básico, muitas comunidades queimam seus resíduos como plásticos, vidros, metais e borracha e enterram o que não podem ou não conseguem queimar. A queima desses materiais emite gases de efeito estufa (GEEs) na atmosfera e…

Leia Mais

Primeiro mercado brasileiro que troca lixo por comida é inaugurado no Acre

Primeiro mercado brasileiro que troca lixo por comida é inaugurado no Acre

Imagine pegar todos os resíduos recicláveis da sua casa e usá-lo como moeda de troca em um mercado? Parece “coisa que só acontece na Europa”, mas não. Este estabelecimento já existe no Brasil e no lugar que ninguém ia imaginar: no Acre, norte do país. O mercado foi instalado na comunidade de Marechal Thaumaturgo por iniciativa de Benki Pianco, um chefe espiritual da tribo Ashaninka. E o melhor é que ele fornece alimentos produzidos pelos indígenas, fortalecendo a economia local. Cada quilo de material reciclável vale um cupom de R$…

Leia Mais

Os alemães e sua montanha de embalagens no lixo

Os alemães e sua montanha de embalagens no lixo

Os alemães são conhecidos como ávidos separadores dos diversos tipos de lixo e por reciclarem meticulosamente. De fato, o país é um dos campeões de reciclagem no mundo, reutilizando cerca de metade de seus resíduos. No entanto, números recentes da organização ambiental alemã Deutsche Umwelthilfe (DUH) mostram que a Alemanha também é boa – até demais – na produção de lixo. De acordo com a DUH, cada cidadão produz uma média de 213 quilos de resíduos de embalagens por ano, ou mais de 600 gramas por dia. Em comparação com…

Leia Mais