PF classifica como ‘delicada’ situação entre madeireiros e indígenas em Paragominas

PF classifica como ‘delicada’ situação entre madeireiros e indígenas em Paragominas

  Agentes da Polícia Federal foram à reserva Alto Rio Guamá para mediar conflito entre índios e madereiros em Paragominas, no sudeste do Pará — Foto: Polícia Federal Uma força-tarefa, liderada pela Polícia Federal, foi à reserva indígena Alto Rio Guamá, no nordeste do Pará, na segunda-feira (24) para evitar um conflito entre indígenas da etnia Tembé e madeireiros. A Superintendência Regional da PF no Pará comunicou em nota que após visitar a reserva indígena com representantes da Funai, da Secretaria de Meio-Ambiente (Semas) e com a Polícia Militar de…

Leia Mais

Ibama destrói equipamentos de madeireiros ilegais na Amazônia

Ibama destrói equipamentos de madeireiros ilegais na Amazônia

Agente do Ibama destrói caminhão-toreiro dentro da Terra Indígena Parque do Aripuanã, em Mato Grosso. Fabiano Maisonnave/Folhapress Na ponta do lápis, a operação do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) contra crimes ambientais em terras indígenas em Rondônia e Mato Grosso, na semana passada, teve bons resultados. Em apenas um dos quatro dias de fiscalização na divisa entre Mato Grosso e Rondônia, foram incendiados dois caminhões para transporte de madeira, um skidder (trator para arrasto de toras), uma camionete Mitsubishi L 200 e uma pá…

Leia Mais

MPF-RO denuncia 35 pessoas e seis madeireiras por extração de madeira

MPF-RO denuncia 35 pessoas e seis madeireiras por extração de madeira

  O Ministério Público Federal de Rondônia (MPF-RO) denunciou 35 pessoas à Justiça Federal por extração ilegal de madeira em reservas indígenas de Alto Alegre dos Parecis (RO) e em Parecis (RO), municípios na Zona da Mata rondoniense. Conforme o órgão, a denúncia é um desdobramento da Operação Mesclado, iniciada em dezembro de 2014. Seis madeireira também foram denunciadas pelo MPF. Segundo o MPF, a quadrilha é formada por madeireiros, motoristas de caminhão-toreiro, operadores de trator, detentores de planos de manejo, lideranças indígenas, olheiros, batedores, entre outros membros. Segundo o…

Leia Mais

Ka’apor continuam sob ameaça de madeireiros

Ka’apor continuam sob ameaça de madeireiros

Indígenas encontraram novo ramal aberto e pelo menos cinco caminhões, além de tratores, retirando madeira ilegalmente do território Guardiões florestais Ka’apor limpam faixa de vegetação, para criar uma barreira contra o avanço do fogo, na TI Alto Turiaçu. (© Conselho de Gestão Ka’apor) O Conselho de Gestão Ka’apor denuncia a continuidade de ação de madeireiros em seu território. Na última quinta-feira(18), um grupo de proteção organizado pelos indígenas encontrou um novo ramal aberto por madeireiros, no Povoado Tancredo Neves, município de Nova Olinda do Maranhão. No local, foram encontrados tratores…

Leia Mais