O drible do gado: a parte invisível da cadeia da pecuária

O drible do gado: a parte invisível da cadeia da pecuária

Estima-se que um terço das fazendas vende gado para outras fazendas e fica fora do monitoramento ambiental. Foto: Marcio Isensee “Não se pode culpar a empresa por aquilo que ela não consegue enxergar”, queixou-se o representante da JBS, diante de um salão apinhado de gente em Brasília. O clima não era dos melhores. Na enorme mesa em formato de meia-lua, o Ministro do Meio Ambiente e o mais alto escalão do Ibama encaravam uma audiência indignada: cinco dias antes da reunião convocada às pressas, o órgão de fiscalização do MMA…

Leia Mais

Com crise da JBS, pecuaristas se unem para assumir frigoríficos em Mato Grosso

Com crise da JBS, pecuaristas se unem para assumir frigoríficos em Mato Grosso

Um grupo de pecuaristas de Mato Grosso, maior produtor de gado do País, está se articulando para criar uma cooperativa para reativar até 15 frigoríficos do Estado. As conversas ainda estão em estágio inicial, mas ganharam força nas últimas semanas, depois que vieram à tona as delações dos irmãos Batista, controladores da JBS. A crise na empresa que se seguiu às delações provocou uma grande desarrumação no mercado de bovinos. Pecuaristas passaram a temer vender gado à prazo para a JBS, e começaram a procurar outros compradores. Mas as opções…

Leia Mais

‘Pecuaristas não têm para quem vender’, diz Blairo Maggi

‘Pecuaristas não têm para quem vender’, diz Blairo Maggi

     O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, defende que fábricas arrendadas à JBS voltem a fazer abates, inclusive com a ajuda do BNDES. Ele diz que as concorrentes Minerva e Marfrig estudam reabrir unidades fechadas. O BNDES teve culpa na concentração do mercado nas mãos da JBS? O BNDES errou por dar muito dinheiro para a JBS. Eles foram adquirindo outras empresas, adquirindo plantas no interior, comprando aqui e ali, e concentrou demais o negócio. Houve o fechamento de várias plantas no Mato Grosso, por exemplo. Foi ruim social…

Leia Mais

Pecuária 100% monitorada

Pecuária 100% monitorada

Criação de gado monitorada na Amazônia: garantia de procedência O Walmart Brasil, único varejista a monitorar 100% da carne vinda da Amazônia, anunciou em maio que estenderá a todo o país seu programa de monitoramento por satélite da carne bovina. Fruto de cinco anos de trabalho e de investimentos de mais de ­R$ 1 milhão, o programa integra no mesmo sistema dados de satélite que mapeiam desmatamento, terras indígenas e unidades de conservação, afora informações de listas públicas de áreas embargadas e trabalho escravo. O uso da ferramenta, desenvolvida pela…

Leia Mais

Este jovem construiu uma múlti em dois anos

Este jovem construiu uma múlti em dois anos

“Segunda-feira eu tive uma grande e agradável surpresa. Fiquei sabendo que vocês compraram a empresa em que trabalho, a Moy Park, de Wisbech. Para mim é muito gratificante saber que uma empresa brasileira está se sobressaindo no cenário internacional. E agora, na fábrica, todos os meus colegas de trabalho, inclusive o manager, estão brincando comigo, me chamando de ‘boss’, claro, porque sou brasileiro. É muito bom saber que agora trabalho em uma empresa brasileira aqui na Inglaterra. É como se um pedacinho do Brasil estivesse aqui comigo. Isso me deixa…

Leia Mais

O novo negócio do herdeiro do Marfrig

O novo negócio do herdeiro do Marfrig

Marcos Molina, o controlador do frigorífico Marfrig, não precisa se preocupar com a área de atuação escolhida por seu filho, Marcos Fernando dos Santos (foto), de apenas 20 anos de idade. Marquinhos, como é conhecido, estuda administração de empresas, mas já criou um negócio inovador que tem tudo a ver com o ramo de atuação de seu pai: o mercado de carnes. O jovem empreendedor está à frente do WebGados, um aplicativo para quem pretende comprar e vender cabeças de gado. “É o primeiro do mundo com esse formato”, diz…

Leia Mais

Frigoríficos no Pará – guardiões contra o desmatamento

Frigoríficos no Pará – guardiões contra o desmatamento

os principais efeitos do chamado TAC da Carne,  acordo firmado entre o Ministério Público Federal com os grandes frigoríficos operando na Amazônia, que os obrigou a combater o desmatamento nas fazendas de onde compravam gado para abate. O Procurador Federal Daniel Azeredo estudou  as causas por trás do desmatamento. Técnicos especializados na área apontavam a pecuária como maior culpado.  Um trabalho da Ong Imazon mostrou que a criação de gado era responsável por 80% do desmatamento total da Amazônia. Com base nessas informações, começaram a processar fazendeiros e frigoríficos que…

Leia Mais