Quanto vale um rio?

Quanto vale um rio?

Os pezinhos do índio cobrem quase toda a superfície da pedra, visível apenas no verão, quando o rio Cateté está mais baixo por causa da seca. Ele se desequilibra, e uma manobra intuitiva o faz cair sentado no exato local onde antes estava em pé. Instantaneamente, seus olhos procuram os da avó, que está uns poucos metros adiante, lavando roupa com metade do corpo submerso na água. O menino sorri, divertindo-se com a própria habilidade para evitar o tombo. Ele tem o corpo decorado com grafismos que imitam padrões da…

Leia Mais

Anglo American estuda projeto de R$ 5 bilhões no Pará

Anglo American estuda projeto de R$ 5 bilhões no Pará

A companhia Anglo American está estudando um projeto de mineração de níquel de 60 mil toneladas por ano no norte do Pará , afirmou o diretor financeiro da Anglo American Brasil, Ernesto Hideaki. O projeto Jacaré, no Estado do Pará, poderá custar US$ 5 bilhões para ser desenvolvido, disse Hideaki. Ainda no estágio de estudo de pré-viabilidade, o projeto está sendo priorizado devido a seus enormes recursos de alta qualidade de 500 milhões de toneladas com teor de 1% de níquel. A maior parte do níquel será exportada, visto que…

Leia Mais

Vai a sanção medida que aumenta royalties pagos por mineradoras

Vai a sanção medida que aumenta royalties pagos por mineradoras

O Senado aprovou, nesta quarta-feira (22), a Medida Provisória (MPV) 789/2017, que aumenta alíquotas da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (Cfem), uma espécie de royalty pago pelas mineradoras a estados e municípios. Aprovada na forma de um projeto de lei de conversão (PLV 38/2017), a MP segue agora para sanção presidencial. O texto aprovado altera também a distribuição dos recursos entre os órgãos e entes federados beneficiados. Para a maior parte dos minerais extraídos no Brasil, as alíquotas continuam variando de 0,2% a 3%, com aumentos para alguns…

Leia Mais

A mais nova mineradora de ouro no Pará

A mais nova mineradora de ouro no Pará

A Cabral Gold estreou na Bolsa de Valores de Toronto no início de novembro e oferece duas boas vantagens a seus investidores: Alan Carter, um CEO com longa experiência em mineração no Brasil, e projetos maduros no Pará. O principal projeto da nova empresa se chama Cuiú-Cuiú, na região de Tapajós, no Pará. Esse empreendimento já passou pela Magellan Minerals que, no fim de 2015, se desfez do ativo, considerado um projeto em estágio avançado de exploração, como pagamento a executivos da mineradora. Entre eles, o próprio Carter, que era…

Leia Mais

Alepa deverá ter Projeto de Lei Complementar à Lei Kandir

Alepa deverá ter Projeto de Lei Complementar à Lei Kandir

Em reunião da Comissão de Estudos sobre os Impactos da Lei Kandir da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), realizada nesta terça-feira (7), a empresa de consultoria Mendes Advocacia e Consultoria, contratada pelo Parlamento Estadual, se comprometeu em apresentar até o final deste mês um Projeto de Lei Complementar que reduza as perdas na arrecadação com a exportação que o Estado do Pará vem sofrendo desde 1997, quando a Lei Kandir entrou em vigor no país. A expectativa da Alepa é de que sejam feitos os debates sobre o assunto ainda…

Leia Mais

Terremotos produzem veios de ouro

Terremotos produzem veios de ouro

Novo estudo descobre que mudanças de pressão fazem o precioso metal se depositar sempre que a crosta se move. A ideia sugere que sensores remotos poderiam ser usados para encontrar novos depósitos em rochas onde estruturas do tipo jog são comuns Há muito tempo cientistas sabem que veios de ouro são formados pelo depósito de minerais de fluídos quentes que passam por fendas no fundo da crosta terrestre. Mas um estudo publicado em 17 de março na Nature Geoscience descobriu que o processo pode ocorrer quase instantaneamente – possivelmente em…

Leia Mais

Diretor da Vale diz que vida útil das Minas de Carajás vai até 2041

Diretor da Vale diz que vida útil das Minas de Carajás vai até 2041

Na entrevista coletiva, ocorrida no começo deste mês, no restaurante do Hotel Vale dos Carajás o diretor de Ferrosos da Vale, Antônio Padovesi, fez uma afirmação que impactará diretamente no futuro do município de Parauapebas. De acordo a sua declaração, a vida útil das minas de Carajás vai até o ano de 2041. Evidentemente que até esta data, outras jazidas podem ser descobertas, não só de ferro, mas de outros minerais, mas, o fim das atividades minerarias nesta data é o que se tem para hoje. Com todas as letras,…

Leia Mais