PACAJÁ VALE OURO: Mineradora vai contratar os primeiros 180 até final do ano

PACAJÁ VALE OURO: Mineradora vai contratar os primeiros 180 até final do ano

  Muito ouro e diamante. São essas as preciosidades minerais que fazem com que o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) tenha uma pilha de 146 processos ativos de pesquisa no município de Pacajá, no Pará, alguns dos quais prestes a ganhar corpo operacional. Mesmo não se destacando como município minerador, Pacajá possui jazidas de ouro consideráveis, e isso levou a empresa DC Mineração a olhar com carinho para o subsolo do município. Grande parte das preciosidades de Pacajá está enterrada debaixo de 5.762 quilômetros de floresta bruta, nas quais…

Leia Mais

ESPECIAL PARÁ DE OURO: Se implantados, cinco projetos vão contratar mais de 10.000 trabalhadores

ESPECIAL PARÁ DE OURO: Se implantados, cinco projetos vão contratar mais de 10.000 trabalhadores

  A Associação Paraense de Engenheiros de Minas (Assopem), que segue em franca divulgação de projetos de mineração, vai embarcar agora rumo ao oeste do Pará, pegando a estrada da Rodovia Transamazônica (BR-230) a partir de Marabá. A finalidade é mostrar à sociedade o máximo possível de empreendimentos que podem vingar, ou não, e cujos rascunhos já existem, assim como homens em campo fazendo sondagens e procurando tesouros que o Pará sabe ter com maestria. Em sua missão de defesa dos interesses dos engenheiros de minas e difusão do conhecimento mineral,…

Leia Mais

SERRA MISTERIOSA: Projeto de ouro em Repartimento tem potencial para 1.500 empregos

SERRA MISTERIOSA: Projeto de ouro em Repartimento tem potencial para 1.500 empregos

“Há mais mistérios entre o céu e a serra do que sonha a nossa vã filosofia”, exprimiria o príncipe Hamlet, personagem criado por William Shakespeare, se andasse pelas entranhas do Pará, uma potência mineral para onde correm as mineradoras mais poderosas e audazes do mundo. No trecho original da frase célebre, a palavra “serra” aqui usada é “terra”. Mas dá no mesmo: o Pará tem mil e um mistérios minerais encravados terra abaixo à espera de alguém chamar de seu. E na Serra Misteriosa não é diferente. Localizada entre os municípios de Novo Repartimento e Marabá, a serra —…

Leia Mais

A fragrância ‘mais cara do que ouro’

A fragrância ‘mais cara do que ouro’

A aquilária é formada quando as árvores Aquilaria são infectadas com mofo (Foto: HASSAN AMMAR/AFP/Getty Images) A fragrância de milhares de incensos pairava pela apertada entrada da loja Wing Lee Joss Sticks & Sandalwood Company, um negócio familiar tradicional do bairro de Yau Ma Tei em Hong Kong. As paredes estavam repletas de pacotes de incenso cor de ouro e escarlate, mas, escondido em um armário de vidro, estava o incenso mais valioso de todos: madeira de ágar (agarwood ou aloewood em inglês). O cheiro pungente e terroso dessa madeira…

Leia Mais

PF cumpre mandados em três estados contra transporte ilegal de ouro

PF cumpre mandados em três estados contra transporte ilegal de ouro

A Polícia Federal está cumprindo desde a manhã desta quinta-feira (8) um total de 47 mandados de prisão, condução coercitiva e de busca nas cidades de Macapá e Oiapoque, no Amapá, além de São Paulo e Itaituba, no Pará. As ações são da operação Crisol, que investiga uma empresa que extraía e transportava ouro ilegalmente de várias regiões do país. A superintendência da PF no Amapá não confirmou nomes de presos, nem de mandados cumpridos até o momento, mas adiantou que vai conceder coletiva de imprensa às 14h (15h no…

Leia Mais

Empresa australiana quer desvendar cobre e ouro da Serra Misteriosa, em Marabá

Empresa australiana quer desvendar cobre e ouro da Serra Misteriosa, em Marabá

Não chega a ser uma nova Serra Pelada, mas a Serra Misteriosa, localizada no extremo norte de Marabá, na divisa com o município de Novo Repartimento, tem ouro e bastante prata e platina. Mas parece que a maior jazida mesmo é de cobre, como no Salobo. A Serra Misteriosa está localizada a cerca de 265 quilômetros da sede de Marabá e a mais ou menos 105 da sede de Parauapebas. O acesso à mina deve ser feito da mesma forma como o Salobo, via Parauapebas. Do Salobo até lá são…

Leia Mais

A história por trás do dono de R$ 20 bilhões em barras de ouro

A história por trás do dono de R$ 20 bilhões em barras de ouro

  O bilionário Werner Rydl, na sala da OAB no Fórum da Justiça Federal em Cuiabá. Bilionário, excêntrico, não gosta de gastar à toa, dono de umafortuna de quase R$ 20 bilhões em barras de ouro, possuidor de um território próprio com moeda própria e colecionador de histórias quase que inacreditáveis. Características que facilmente poderiam lembrar o lendário personagem Tio Patinhas, dos estúdios Disney, na verdade definem o empresário Werner Rydl, de 59 anos, que esteve de passagem por Cuiabá, na última semana. Oriundo da Áustria – país em que foi…

Leia Mais