CNJ aprova auxílio-moradia mais restritivo com ressarcimento de até R$ 4.377,73

CNJ aprova auxílio-moradia mais restritivo com ressarcimento de até R$ 4.377,73

O ministro Dias Toffoli (ao centro) durante sessão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) — Foto: Luiz Silveira/Agência CNJ O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aprovou nesta terça-feira (18) auxílio-moradia de até R$ 4.377,73, por meio de ressarcimento, para magistrados de todo o país que preencham uma série de requisitos. Como os conselheiros já haviam recebido a minuta de resolução com antecedência, não houve debate e a aprovação demorou cerca de um minuto. Segundo cálculos preliminares do CNJ, a expectativa é que apenas 1% dos juízes do país receba o…

Leia Mais