Nível de rio Tocantins continua diminuindo e seca ameaça pescadores

Nível de rio Tocantins continua diminuindo e seca ameaça pescadores

  Nível do rio Tocantins continua diminuindo e situação preocupa pescadores Os pescadores de Tocantinópolis, no norte do estado, ainda sofrem com a situação do rio Tocantins, que segue baixando. De junho até agora, a seca é considerada uma das piores já registradas. Os pescadores dizem que praticamente não há peixe para pescar. O pescador Valdecir Cassiano da Costa se prepara para mais um dia de trabalho. Ele coloca o que vai precisar para pescar na canoa, mas o primeiro desafio é conseguir tirá-la do lugar. “A nossa dificuldade é porque…

Leia Mais

Enorme cobra sedenta ganha uma garrafinha d’água

Enorme cobra sedenta ganha uma garrafinha d’água

Uma cobra-real, a maior cobra venenosa existente, visitou um vilarejo no sul da Índia nesta última semana. Apesar dessas cobras serem conhecidas pelo grande perigo que representam, os moradores da região não a atacaram, e sim a ajudaram. Sabendo que a espécie evita interações com humanos, eles desconfiaram que havia alguma coisa errada com o animal, e decidiram dar água para ele, com a ajuda de especialistas em resgate de cobras. Enquanto uma pessoa segurava a ponta da cauda da cobra-real, outra oferecia uma garrafa d’água, ao mesmo tempo em…

Leia Mais

A enigmática joia que revela a agonia da civilização maia

A enigmática joia que revela a agonia da civilização maia

A descoberta surpreendeu o arqueólogo norte-americano Geoffrey Braswell. “A gente poderia esperar encontrar algo assim em uma das grandes cidades do império maia, mas não aqui”, afirma o professor de Antropologia da Universidade da Califórnia em San Diego. A joia a que Braswell se refere foi encontrada no sítio arqueológico de Nim Li Punit, localizado no distrito de Toledo, ao sul de Belize, na América Central. Trata-se de um pingente de jade de cerca de 18cm de largura por 10cm de comprimento. A joia foi encontrada em 2015, mas só…

Leia Mais

Os ‘campos de concentração’ da seca: uma história esquecida no Brasil

Os ‘campos de concentração’ da seca: uma história esquecida no Brasil

A sobrevivente Carmela Pinheiro recebe a AFP em sua residência, em Senador Pompeu Mais Quase ninguém no Brasil se lembra ou sequer conhece esta história, mas ela existiu: no começo do século XX, quando o Nordeste vivia – como nos dias de hoje – terríveis secas, as autoridades construíram “campos de concentração” para evitar que agricultores famintos do Ceará migrassem em massa para a capital. Os registros históricos e os jornais da época descrevem as construções como acampamentos, onde milhares de famílias do semiárido eram obrigadas a viver em condições…

Leia Mais

Como açude mais antigo do Brasil virou ‘cemitério de cágados’

Como açude mais antigo do Brasil virou ‘cemitério de cágados’

O açude do Cedro é resultado de uma das maiores secas que o Brasil e o Nordeste já enfrentaram. Em 1877, uma estiagem que se estenderia por três anos motivou, apenas no Ceará, a retirada de 100 mil sertanejos do interior rumo a Fortaleza. O imperador d. Pedro 2º pediu então um estudo das melhores áreas para construção de açudes. Iniciado em 1890, o açude do Cedro, em Quixadá (a 160 km de Fortaleza), seria concluído 16 anos depois, já no período republicano, com cinco barragens que represam o rio…

Leia Mais

Seca no Rio Xingu preocupa ribeirinhos de Altamira

Seca no Rio Xingu preocupa ribeirinhos de Altamira

Os moradores de comunidades ribeirinhas e pesquisadores de Altamira, no sudoeste do Pará, estão preocupados com a situação da seca no rio Xingu, que já estaria prejudicando a pesca na região. Segundo a população, a seca ocorre desde o início do funcionamento da hidrelétrica Belo Monte. Em nota, a Norte Energia informou que cumpre rigorosamente o que foi determinado na licença de operação expedida pelo Ibama para as vazões mínimas que devem ser liberadas para a Volta Grande do Xingu. De acordo com a Norte Energia, este ano, por causa…

Leia Mais

Seca dos rios dificulta navegação e isola comunidades no interior do Amazonas

Seca dos rios dificulta navegação e isola comunidades no interior do Amazonas

várias comunidades estão isoladas porque um longo trecho do rio Acre está muito baixo. Foto: Arquivo/ AC A seca dos rios no Amazonas segue castigando ribeirinhos, isolando municípios, dificultando a navegação e até prejudicando  atendimentos de saúde. No município de Boca do Acre, por exemplo, onde foi decretada situação de emergência, várias comunidades estão isoladas porque um longo trecho do rio Acre está muito baixo. Segundo o comerciante Jonny Souza, 55, a cidade está ficando desabastecida de alimentos. “A situação está preocupante. Muitas famílias estão com dificuldades porque não está…

Leia Mais

Perigo para meio ambiente aumenta com estiagem

Perigo para meio ambiente aumenta com estiagem

Poucos animais conseguem sobreviver quando ocorre um incêndio (Foto: Reprodução/ TV TEM) Em época de estiagem, qualquer faísca é uma grande ameaça ao meio ambiente. A fauna e a flora sofrem com o fogo em matas. O mais grave é que a maioria dos focos de incêndios não é acidental. O capitão da Polícia Ambiental Cassius José de Oliveira explicou para o Nosso Campo que muitas queimadas são feitas para facilitar o corte nos canaviais; embora a prática esteja proibida no Estado de São Paulo. Quando ocorre um incêndio florestal,…

Leia Mais

Pesquisadores resgatam botos presos devido à seca no sul do Pará

Pesquisadores resgatam botos presos devido à seca no sul do Pará

Animais ficaram presos em região do rio Tocantins, em Floresta do Araguaia. Pescador denunciou situação aos órgãos ambientais. Pesquisadores realizaram o resgate de três botos que ficaram presos em uma região do rio Tocantins, no município de Floresta do Araguaia, no sul do Pará. Segundo os pesquisadores, a situação é provocada pela seca que atinge a região. Os três animais ficaram presos em uma lagoa que se formou por conta dos efeito da estiagem. A situação foi denunciada pelo pescador Reinaldo da Silva. “Fiquei muito preocupado. Tem 25 anos que…

Leia Mais

Plantas terão menos ‘sede’ à medida que planeta aquece, aponta estudo

Plantas terão menos ‘sede’ à medida que planeta aquece, aponta estudo

Abelha coberta por polén visita flor do gênero Lupinus; espécie está ameaçada pelo aquecimento global O aquecimento do planeta pode não secar a Terra tanto quanto se acreditava anteriormente, porque as plantas se tornarão menos sedentas à medida que o dióxido de carbono (CO2) na atmosfera aumentar, afirmaram pesquisadores. Estudos anteriores haviam projetado que mais de 70% do planeta irá experimentar mais secas conforme os níveis de dióxido de carbono se quadruplicarem em relação aos níveis pré-industriais durante os próximos cem anos, segundo artigo publicado na última segunda (29) na…

Leia Mais