Tião Miranda Assina Termo de Colaboração Com Entidades que Atendem Crianças e Adolescentes

 

Ao todo foram liberados R$ 700 mil para que estas entidades toquem projetos focados na instrução de crianças e adolecentes

Na manhã desta quarta-feira, 06 de setembro, no auditório do Gabinete do Prefeito, a Prefeitura de Marabá, por meio de sua Secretaria de Assistência Social (Seasp), celebrou Termos de Colaboração com 15 entidades sem fins lucrativos, voltadas à crianças e adolescentes em vulnerabilidade social. As instituições contempladas participaram de processo seletivo coordenado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente- CMDCA – composto de três etapas, para comprovação de que estariam aptas a receber recursos da Prefeitura/Fundo Municipal da Criança e do adolescente.

O prefeito Tião Miranda ressaltou, no entanto, que tão importante quanto receber o recurso é a instituição manter-se adimplente, prestar conta do que recebeu, para que no próximo ano esteja em condições de pleitear nova colaboração. “Esses recursos são muito fiscalizados pelo Ministério Público”, observou, por isso evitem a inadimplência.

No total deveriam ser contempladas 23 entidades, mas apenas 19 passaram por todas as fases, das quais 15 estavam aptas a assinatura do Termo de Colaboração nesta quarta-feira. As demais ainda estão em análise.

As entidades foram classificadas em três níveis: grande porte, médio porte e pequeno porte. As de grande porte, quatro, foram beneficiadas com R$ 70 mil, são elas: Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), Instituto Vida Bela, Liga Paraense de Karatê Interestilos (LIPAKI) e Núcleo de Desenvolvimento Humano.

Médio porte, 10, receberão R$ 45 mil, para custear seus projetos: Associação Educadora São Francisco de Assis, Centro Social Viva Feliz, Associação Comunitária Beneficente de Marabá (ASCOMB), Casa da Juventude de Marabá (CAJUM), Fundação de Assistência à Criança e ao Adolescente (FUNCAD), Associação Projeto Futuro Melhor, Instituto de Comunicação Nós do Brejo, Instituto Cultura Hozana Lopes de Abreu e Instituto da Juventude da Região do Carajás.

Apenas duas foram enquadradas no padrão pequeno porte, agraciadas com R$ 20 mil reais: Instituto Ação Legal e Adevima – Defesa da Vida e ao Meio Ambiente.

De acordo com Josivan Alves, presidente da LIPAKI, esse dinheiro é importante para o atendimento de cerca de 660 crianças e adolescentes, principalmente moradoras dos núcleos São Félix e Morada Nova, em várias modalidades esportivas/educacionais, cultura e lazer.

Por sua vez, Joarez Oliveira, coordenador de projetos do Instituto Nós do Brejo, garante trabalhar com médio de 100 crianças e adolescentes no distrito Brejo do Meio e no bairro Laranjeiras. O instituto é voltado à educação, por intermédio de uma rádio em postes e na Internet. Como o recurso advém que lhes chega de doações da iniciativa privada é incerto, esse convênio com a Prefeitura de Marabá melhora significativamente o caixa da instituição.

Para Cristiano Medina, tesoureiro da Adevima, a colaboração da Prefeitura vem em boa hora para ajudar na ciranda de atividades sociais daquela associação que, além da educação, cultura e lazer das crianças e adolescentes, trabalha também para a melhoria da qualidade de vida das respectivas famílias, incluindo até a legalização fundiária urbana dos moradores circunvizinhos.

Fonte: Maraba.pa.gov

Jaqueline Alves

Graduada em Ciências Sociais e Engenheira Ambiental. Especialista em Direito Ambiental; Direito Municipal; Gestão Pública; Engenharia e Segurança do Trabalho; MBA em Petróleo e Gás e Auditoria Ambiental

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.