Você está aqui

Vice-presidente do PROS é cotado para ser presidente do ICMBio

Download PDF

A indicação de Bicalho seria do ministro Carlos Marun (acima), da Secretaria de Governo. Foto: Wikipédia.

Ainda é boato de corredor, mas tudo indica que a presidência do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) será ocupada por um político de partido ruralista. O vice-presidente do PROS Nacional, Moacir Bicalho, deverá assumir a vaga ocupada até o final de abril pelo oceanógrafo Ricardo Soavinski. Ainda segundo informações não confirmadas oficialmente, a indicação de Bicalho vem do ministro Carlos Marun, da Secretaria de Governo.

Moacir Bicalho é vice-presidente nacional do PROS e teve seu nome envolvido por um delator no escândalo da Odebrecht na Lava Jato, segundo a revista Veja.

Se a indicação for confirmada, será a primeira vez que o ICMBio será gerido por um político sem ligação com a área ambiental desde a criação da autarquia, em 2007. O ICMBio é responsável pela criação e gestão de Unidades de Conservação federais e da conservação de espécies ameaçadas.

Fonte; Oeco

Jaqueline Alves

Graduada em Ciências Sociais e Engenheira Ambiental. Especialista em Direito Ambiental; Direito Municipal; Gestão Pública; Engenharia e Segurança do Trabalho; MBA em Petróleo e Gás e Auditoria Ambiental

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Translate »